• Equipe de Conteúdo GMI

Empresários discutem sobre a tendência sustentável no pós-covid

Pesquisas mostram que corporações buscam cada vez mais um método sustentável de gestão


Foto: Divulgação


A pesquisa “Estratégias Empresariais para a Sustentabilidade no Brasil” realizada pela UniEthos com 250 companhias nacionais, de todos os tamanhos, descobriu que 69% das empresas brasileiras reconhecem que a inserção da sustentabilidade no planejamento estratégico é uma necessidade.


Por definição, a sustentabilidade empresarial é um conjunto de ações de uma empresa visando ao respeito ao meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável da sociedade. Para que uma empresa seja considerada sustentável, ela deve adotar atitudes éticas e práticas que visem seu crescimento econômico sem agredir o meio ambiente.


Para o diretor comercial do Grupo Scapini, Lucas Scapini, os recursos de sustentabilidade da empresa também podem mudar ativamente a sua imagem perante os consumidores. “Com o aumento dos problemas ambientais nas últimas décadas, os consumidores estão cada vez mais conscientes da importância de proteger o meio ambiente e buscam cada vez mais produtos e serviços de empresas sustentáveis”, aponta.


De acordo com o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) de 2018, 98% das empresas buscam incorporar aspectos de sustentabilidade nas metas de desempenho dos funcionários e 2% das corporações não possuem aderência ao movimento.


“Ser sustentável não é apenas uma referência ao cuidado com o meio ambiente. É, sim, uma cultura organizacional que precisa ser adquirida por todas as companhias. Ser sustentável é ser recíproco com a sociedade e com a microeconomia que está em volta das empresas e com seus parceiros e fornecedores. É ter sustentabilidade financeira do negócio, é economia colaborativa. [...] Esta é a importância do tema atualmente”, pontua o COO da GVM Solutions, Felipe Medeiros, sobre a necessidade de o termo fazer parte de uma cultura.



(Divulgação 08/02/2021)

10 visualizações0 comentário