Equinócio de Ideias

Atualizado: Mai 18



Nas últimas semanas você certamente teve a mesma sensação. O mundo parece estar repetindo os mesmos processos de um ano atrás. Ainda que com mais euforia e uma esperança de mudança, nós seguimos os mesmos caminhos. Não queremos parar, já que a monotonia é desgastante e a mente vazia acaba trazendo sentimentos duros demais para serem encarados.

Porém, não seria natural essa repetição? Pense nas estações, em 2020 também houve outono, as folhas amarelaram novamente, caíram, como de costume, e não retornaram aos seus ramos. E então você me responde: Não sou árvore, não tenho galhos e nem mesmo folhas, deveria me contentar com esta estação e me conformar com o frio que se aproxima? A resposta está na própria natureza.

Se as estações não chegam, não existe a renovação. A folha não cai do ramo para dar lugar ao fruto, o fruto não amadurece para as flores tomarem seu lugar. A natureza precisa perder, para depois ganhar, precisa secar para depois frutificar. E se não fizesse assim, quem iria se alegrar com os mesmos frutos antigos? Quem iria apreciar as mesmas flores envelhecidas? Se você aprende a perder, tem espaço para ganhar. Se esquecendo dos conceitos de ontem, abre espaço para as novas ideias que ainda não explorou.


As marcas vão mudar, a comunicação vai se transformar. E isso não é o novo normal. É a natureza, agindo como sempre agiu, fazendo o que foi criada para fazer. A diferença é que nós estávamos acostumados a quebrar esses padrões, a nunca viver o mesmo, a sempre alimentar a ansiedade pelo novo. Então se algo posso te ensinar com esse texto é: a natureza não abre mão de um processo de repetição, pois sabe que o mesmo processo trará consigo um novo resultado.


Venceu 2020? Te enalteço com todos os méritos. Mas ainda te lembro: use o que aprendeu, porque quando tudo parecer igual, lembre-se que deve mudar é a sua reação, para que os resultados sejam ainda melhores em um processo ainda mais difícil. Deixe as folhas amareladas para trás, se livre de velhos conceitos, abra mão do que for necessário para deixar os frutos do seu esforço chegarem. E olhando para a natureza, que nunca falhou, eu posso dizer: seus frutos vão chegar.


Por: Vinícius Barsotti

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo