top of page

Novo aumento do diesel pressiona transportadores a encontrarem soluções de baratear os custos

Primeiro aumento desde outubro de 2021 trará um reajuste de 8% do diesel nas refinarias


Na última terça-feira, 11, a Petrobras anunciou que aumentará os preços dos combustíveis nas refinarias. A gasolina terá um acréscimo de 4,85%, enquanto o diesel ficará cerca de 8% mais caro. O reajuste, que é o primeiro desde outubro de 2021, passou a valer quarta-feira, 12, e já pressiona os segmentos de transportes, principalmente o rodoviário de cargas a encontrarem soluções para baratear seus custos com os serviços e assim, se manterem competitivos em um mercado cada vez mais complexo.


Esse será o primeiro aumento desde outubro de 2021, porém, desde janeiro do ano passado, o diesel já subiu 78,71% nas refinarias, o que acarreta um encarecimento significativo nas bombas. Para efeitos comparativos, em novembro de 2020, o diesel comum e o S-10 custavam em média R$3,770. Atualmente, o preço médio do litro é R$5,617 para o diesel comum e R$5,681 para o S-10, com tendências de novos aumentos.


Segundo Ricardo Lerner, fundador da Gasola, plataforma cujo objetivo é reduzir os custos de combustível para as transportadoras e elevar o lucro dos postos de abastecimento, a tendência é que os preços continuem instáveis. “Enquanto o real estiver desvalorizado em comparação ao dólar, os aumentos continuarão acontecendo acima da inflação. Isso aumenta ainda mais a relevância de se conseguir economia em combustível para as empresas que possuem frota. Toda economia, seja em desconto ou em melhoria de consumo, faz toda a diferença”, comenta o CEO da Gasola.


A Gasola tem se tornado uma alternativa importante para os transportadores neste momento de altas. De acordo com Ricardo, as empresas que começaram a pagar direto os postos através da plataforma, estão conseguindo reduzir o preço do diesel na bomba de R$0,10 a R$0,40 por litro. Os ganhos com os descontos são aproximadamente seis vezes maiores do que os valores de contratação da empresa, segundo a empresa.


Com as expectativas não tão promissoras para os preços do diesel em 2022, a solução oferecida pela startup traz esperanças para as companhias do setor de transportes. “Acreditamos que, quanto mais próxima e direta a relação entre postos e empresas que possuem frotas, melhores são as negociações geradas para ambos os lados”, finaliza Lerner.


3 visualizações0 comentário
bottom of page