top of page

Número de empregados no Paraná alcança maior índice da história e transporte de cargas vê futuro com boas expectativas

Serviços de recrutamento e seleção de entidade da região abriram 427 vagas para associados em 2023, número 20% maior que em 2022


A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (PNAD Contínua) mostrou que em 2023 o estado do Paraná alcançou o número mais alto de pessoas empregadas da sua história, com um total de 5,95 milhões de trabalhadores atuando. Esse valor representa um acréscimo de 76 mil em comparação com 2022 e de 734 mil em relação ao primeiro trimestre de 2012. 


Além disso, 2,3 milhões de trabalhadores do setor privado têm carteira assinada, também o maior contingente em números absolutos da série histórica. Em termos percentuais, o Paraná é o estado brasileiro com a terceira melhor taxa de formalidade, chegando, nos últimos três meses do ano, a 81,7% dos 3,9 milhões dos trabalhadores do setor privado formalizados, o melhor índice desde o segundo trimestre de 2021. 


O transporte rodoviário de cargas, importante segmento ao desempenhar um papel crucial no desenvolvimento econômico do Paraná e, consequentemente, na geração de empregos, enxerga com otimismo e felicidade os números que o estado vem apresentando ao longo dos últimos anos. Camila Rangel, gerente executiva do Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Estado do Paraná (Setcepar), entidade atuante no segmento há mais de 80 anos, espera que o estado continue a atrair investimentos. “Precisamos continuar promovendo o desenvolvimento de diversos setores econômicos e, consequentemente, gerar mais oportunidades de emprego para a população local. O aumento da demanda por mão de obra qualificada e a diversificação da economia paranaense podem contribuir para a manutenção de um mercado de trabalho aquecido e com boas perspectivas de crescimento”.


Ao longo de sua história, a Setcepar realiza um trabalho voltado ao recrutamento e à seleção para contratação de motoristas e para vagas nas áreas administrativas, operacionais e gerenciais para as empresas associadas, impulsionando assim o crescimento das transportadoras no estado. Vivian Nunes, coordenadora de recursos humanos da entidade, explica que um total de 427 vagas foram abertas por associados da organização em 2023. “É importante lembrar que temos um limite para a abertura de vagas, já que, apesar de sermos considerados uma agência de empregos dentro da instituição, precisamos limitar o número de vagas abertas para atender às demandas com qualidade e eficiência uma vez que este não é o único serviço oferecido. No entanto, é inegável perceber a evolução do setor se o compararmos com o ano de 2022, quando tivemos aproximadamente 20% menos vagas disponíveis”.


Além disso, Vivian explica que a instituição oferece serviços de recrutamento e seleção (R&S) realizados por profissionais capacitados e formados em psicologia. Além de atender às questões operacionais e técnicas, esses profissionais entregam candidatos mentalmente aptos e aderentes às vagas abertas. “Apesar de a maior demanda ser para vagas de motoristas, o trabalho realizado abrange desde vagas operacionais/técnicas e administrativas até vagas gerenciais e estratégicas, com processos bastante densos e complexos. Tudo isso é feito com valores significativamente inferiores aos praticados pelo mercado de trabalho, aproveitando o know-how daqueles que atuam como especialistas no segmento.”


Outro dado importante mostra que as Agências do Trabalhador e que os postos avançados de atendimento no Paraná colocaram 14.763 trabalhadores em empregos com carteira assinada em janeiro, liderando com grande vantagem o ranking de intermediação de contrato de trabalho realizado via Sistema Nacional do Emprego (Sine). Desse modo, o Paraná foi responsável por 41% dos 35.799 contratos firmados pelo Sine em todo o país. Além disso, o estado também respondeu por 81% dos 18.297 trabalhadores contratados em toda a região Sul nesse sistema.


“A indústria automotiva e o agronegócio são os principais responsáveis pelo crescimento dos empregos. Como consequência, o comércio local também se torna importante, pois o estado gera e distribui renda. Mas é relevante informar que, independentemente do segmento, tudo começa ou termina na carroceria de um caminhão, portanto o crescimento dos setores citados causa um impacto direto no crescimento do transporte rodoviário de cargas”, finaliza Camila. 


__________

Sobre o Setcepar: 


Fundado em 1943, o Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Estado do Paraná (Setcepar), entidade que representa as empresas de transportes de carga no estado do Paraná, nasceu visando representar os empresários do setor de transporte rodoviário de cargas da região em variadas atividades, como em negociações coletivas de trabalho e em aproximação com autoridades e com autarquias municipais, estaduais e federais, bem como com a imprensa. 


Com 80 anos de história, a entidade hoje representa empresas em 265 cidades do estado, oferecendo aos associados diversos serviços e eventos para fomentar melhorias no transporte rodoviário de cargas local e nacional.

__________

Informações para imprensa 

Grupo Mostra de Ideias 


Bruno Benite - Assessor de imprensa 

Contato: (11) 94820-4812 | (11) 2361-0957 

Rodrigo Bernardino - Assessor de comunicação e imprensa 

Contato: (11) 98260 9162 | rodrigo.bernardino@mostradeideias.com.br



0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page