Educador financeiro dá dicas sobre compras durante a Black Friday

Fundador do Grupo The One e especialista no mercado financeiro Uesley Lima, comenta sobre como o evento pode causar impacto nas finanças pessoais

No final deste mês, dia 27 de novembro, ocorre um dos principais acontecimentos no calendário do varejo físico e eletrônico, a Black Friday. Em 2020, a expectativa será o aumento nas vendas do e-commerce. Apesar da pandemia do coronavírus, diversos setores voltaram a se recuperar economicamente. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, estima-se um crescimento de 77% nas vendas.


Com a Black Friday, aumenta também o risco trazido ao consumidor de ter os seus direitos violados. Apesar de ser uma grande oportunidade para comprar produtos e serviços com desconto, é preciso redobrar a atenção com as ofertas. Qualquer violação gera sanção administrativa ou judicial para o estabelecimento comercial envolvido, intensificando a infração no direito do consumidor.


Durante esse período, o educador financeiro e fundador do Grupo The One, Uesley Lima, orienta a pesquisar e comparar os preços (com antecedência) antes de realizar as compras, “o cliente é estimulado a gastar, pois acredita que aquela oportunidade de compra é única, mas, na verdade, um produto pode sofrer aumento momentâneo do seu preço e logo após uma redução, ou seja, voltando ao seu custo anterior”.


Apesar da promessa de megas ofertas, em 2019 durante a Black Friday foram registradas 2.360 reclamações, a não entrega ou demora na entrega foi o problema mais relatado, com 988 queixas ou 41,86% do total. Os consumidores também aumentaram as solicitações para esclarecerem suas dúvidas pelas redes sociais do Procon-SP, com um total de 480 consultas sobre o evento.


Quanto as políticas de troca, Uesley Lima orienta o cliente a fazer uma análise minuciosa referente ao produto e o comércio, “uma dica importante é acompanhar o prazo de entrega e informar-se antecipadamente sobre a política de troca da empresa. Essa atitude pode ajudar a evitar problemas”.


O educador financeiro ainda aconselha o consumidor em relação ao frete, “nas entregas pelo e-commerce, o valor do frete também influencia bastante, pois se for muito alto a compra pode não compensar. Na hora de comprar, é necessário checar em mais de uma loja para verificar se o preço final será de fato o mais barato”.


“Para poder aproveitar as ofertas sem prejuízo e economizando o máximo possível do seu dinheiro é necessário se planejar, além disso, o cliente precisa mapear qual o seu estilo de vida, os compromissos que tem durante a semana e adequar as suas finanças”, orienta Uesley Lima.



(Divulgação 19/11/2020)


0 visualização0 comentário