top of page

LGBTQIAP+: orgulho de ser quem você é



No dia 28 de junho é celebrado o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAP+, a data é essencial para a reflexão sobre a igualdade, o respeito à diversidade e a luta contra toda forma de discriminação. Mas, você sabe a importância dessa data para a população LGBTQIAP+?


O dia surgiu após a revolta ocorrida no bar Stonewall Inn em Nova York, nos Estados Unidos, em 28 de junho de 1969. A partir disso, o motim foi visto como um marco do movimento de liberação gay e o momento em que o ativismo pelos direitos gays ganhou o debate público e as ruas.


Devido à revolta de Stonewall Inn, o orgulho LGBTQIAP+ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Transgêneros, Queer, Intersexuais, Assexuais e Pansexuais) é celebrado no dia 28 de junho. Entre os meses de junho e julho, as principais cidades do mundo apresentam suas paradas do Orgulho, com multidões nas ruas levantando a bandeira do arco-íris (símbolo do orgulho).


O que significa a sigla LGBTQIAP+?


A sigla, é uma resposta das ações da comunidade para designar diversas minorias sexuais e de gênero. Veja a seguir:


Lésbicas


São mulheres (cis* ou trans) que sentem atração afetiva ou sexual por pessoas do mesmo gênero.


Gays


São homens (cis* ou trans) que sentem atração afetiva ou sexual por pessoas do mesmo gênero.


Bissexuais


São pessoas que sentem atração afetiva ou sexual por dois ou mais gêneros.


Trans/transgêneros


Conhecidos como pessoas trans, a letra T é composta por transgêneros e travestis. Trans são pessoas que não se identificam com o gênero designado ao nascimento (a letra T abriga travestis, mulheres trans, homens trans, transmasculinos e não-binários).


Queer


São pessoas que transitam pelos gêneros feminino e masculino. É utilizado por pessoas fora das normas de gênero, como uma forma de autoafirmação.


Intersexuais


São pessoas que nascem com uma combinação diferente de cromossomos que podem apresentar peculiaridades de ambos os sexos.


Assexuais


Assexualidade é a falta de atração sexual por outras pessoas.


Pansexuais


É uma orientação sexual em que as pessoas desenvolvem atração e desejo sexual por outras pessoas independentemente de sua identidade de gênero.

+

Símbolo usado para abrigar todas as diversas possibilidades de orientação sexual/ou de identidade de gênero que existem.


A diversidade importa


Infelizmente, ainda há um caminho grande a percorrer na luta contra o preconceito. De acordo com os dados do Observatório de Mortes e Violências contra a comunidade LGBTQIAP+, no ano passado, houve no Brasil, pelo menos 316 mortes violentas de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e intersexuais. Esse número representa um aumento de 33,3% em relação a 2020, quando foram 237 mortes.


Os direitos humanos básicos, da Declaração Universal dos Direitos Humanos, acatada pela Constituição de 1988, assegura igualdade, respeito à diversidade e à dignidade de cada cidadão, proibindo qualquer ato discriminatório, seja por crença, cor, sexualidade ou qualquer questão ligada às liberdades individuais.


No entanto, essa não é a realidade brasileira encontrada atualmente, ainda somos reconhecidos pela violência contra as minorias, das quais a comunidade LGBTQIAP+ diariamente sofre por ataques violentos e homofóbicos, motivados, muitas vezes, pela falta de respeito e ódio.


São décadas de luta por respeito e igualdade de gênero. Vale ressaltar também que muitos passos foram dados para que a comunidade tivesse acesso a direitos básicos, principalmente em pessoas que antes não tinham voz. O dia do Orgulho LGBTQIAP+ é uma data para que todos, independente do gênero, se conscientizem de que amor, equidade, inclusão e respeito são primordiais. O dia tonifica que mesmo com toda dificuldade, é necessário sentir orgulho de ser quem você é!


Diego de Marchi, Assistente de Imprensa

380 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page